27 de out de 2007

Vinhos em Maceió


Maceió é um passeio imperdível! Belíssimas praias de areias claras, mar verdinho, águas transparentes na temperatura ideal, verão o ano todo, com uma constante brisa do mar (quase um vento constante) que alivia qualquer calor. Bons e ótimos restaurantes, bem acessíveis, muitos frutos do mar fresquinhos. Enfim, um paraíso!

No entanto, se você espera beber um bom vinho para acompanhar as lagostas, pode tirar o cavalo da chuva! O panorama para os enófilos é um deserto!

Em quase todos os restaurantes que fui, a carta era sofrível: apenas a trinca Miolo Seleção, Santa Helena e Concha y Toro Reservado. E só! Essa aridez inclui um dos melhores restaurantes de lá, o Irmãs Rocha, com uma comida maravilhosa e um ambiente rústico e ao mesmo tempo muito requintado que recomendo a todos.

A melhor carta que encontrei foi no muito bom restaurante italiano Massarella, cuja carta se encontra ao lado. Muita bobagem, mas pelo menos tem Viña Montes e Altos Las Hormigas. Para quem quiser se arriscar, tem até um Barolo e um Brunello! Julguem vocês mesmos! E ademais, quando se vai ao nordeste, não é um restaurante italiano que irá atrair os turistas.

Também não pense em comprar vinhos nos supermercados e levar para os restaurantes, pois a oferta também é muito limitada.

Conclusão: o melhor que você tem a fazer é relaxar e beber as caipirinhas de frutas nordestinas. São o que há de melhor!

5 comentários:

Brigitte disse...

Fico feliz de suas férias, pelo jeito, terem sido adoráveis! Quanto ao "vinho", ainda temos uma longa estrada a pecorrer, afinal esta é uma questão cultural!
Senti falta das matérias!

Bienvenue!

Brigitte

eduardo amaral disse...

Parabéns, Oscar.
Realmente, não há muita opção nos restaurantes do lugar. A melhor pedida para se degustar um bom vinho em Maceió é ir ao Palato (tipo supermercado gourmet), escolher dentre uma boa seleção que eles apresentam e comsumi-lo ali mesmo, na varanda/café/bistrô do local. Na minha última investida, para acompanhar terrines (camarão e aratu) fomos de Chardonnay argentino da Salentien, se não me engano. Estava muito bom, na temperatura certa, amenizando o calor típico do nordeste brazuca.
Em minha humilde opinião, na minha cidade natal - Aracaju, vc consegue bem melhores cartas em 2 ou 3 restaurantes. Mas não tem aquele mar verdinho (ou azul, dependendo da luz) da minha amada Maceió....
[]s e sucesso.
==
Eduardo Aamaral

Oscar Daudt disse...

Caro Eduardo,

Que pena que eu não fiquei sabendo dessa dica antes!

Um abraço,

Oscar

Anônimo disse...

Prezado.

Poderia me fornecer o mesmo tipo de informação sobre Aracajú.

Sds,

Denis

Oscar Daudt disse...

Denis,

De Aracaju eu não sei nada! Não posso te ajudar!

Um abraço,

Oscar