11 de dez de 2007

Harmonização de espumantes

Na mais recente edição da Wine Spectator, o colunista Sam Gugino apresenta uma interessante e educativa matéria sobre harmonização com espumantes.

Lá como cá, existe a tendência de a maioria das pessoas só pensarem nas borbulhas para brindar em uma ocasião especial, principalmente na passagem do Ano Novo. Mas o espumante é um vinho e pode e deve ser bebido em qualquer situação e acompanhando qualquer refeição.

Harmonizar uma refeição inteira com espumantes é um exercício bem divertido. A teoria é a mesma dos vinhos tranqüilos: comece com os mais leves, passe para os mais encorpados e finalize com alguma coisa doce.

Para se entender esse posicionamento dos espumantes, a coluna publica uma tabela com esses vinhos apresentados em ordem de corpo, do mais leve ao mais encorpado, oferecendo algumas sugestões de harmonização:

TipoHarmonização
ProseccoPalitinhos de queijo, saladas
CavaPeixe grelhado, lagosta
Blanc de BlancsCaviar, sushis e sashimis
Brut não-safradaPeixe defumado, aves e carnes leves grelhadas
Champagne safradaPresunto, cordeiro
RoséPato, salmão
DoceQueijos, torta de chocolate

 
Pronto! Agora você já sabe e pode exibir seus conhecimentos surpreendendo seus amigos com um jantar inteiramente regado a deliciosos espumantes!

Nenhum comentário: