8 de dez de 2007

ABS na Serra Gaúcha - Miolo - por Ahnis Fraga

Dias 08 a 11 de Novembro de 2007

Enfoque: Conhecer seus vinhos, instalações, métodos de fabricação e vinhedos.

Durante toda a viagem, contamos com as explicações e excelentes observações de Ricardo Farias (ABS) que nos acompanhou nesta fantástica viagem.

Como foi dito, assim que chegamos a Bento Gonçalves, por Ricardo Farias, “estamos numa região do Brasil que dá certo”. E como funciona esta região do Brasil!

Um pouco antes de chegar à entrada da Miolo, um novo empreendimento: o Villa Europa Hotel & Spa do Vinho Caudalie Vinothérapie (http://www.villaeuropa.com.br/spa/). Comecei a imaginar banhos de vinho, banho em barrica – uma espécie de enoofuro. Vimos apenas de longe, mas impressiona...

Ao chegar, fomos conduzidos por um enólogo da Miolo – vale observar que ele tem 23 anos e uma desenvoltura e conhecimento técnico de alguém com muita experiência – para conhecer as instalações. Começamos por um vinhedo em frente à entrada.

Olhar as instalações da Miolo surpreende. Definiria como tecnologia aliado à ousadia. Requinte. Detalhes que fazem da Miolo uma das representantes de grande destaque no mundo dos vinhos no Brasil.

A entrada impressiona pelo cuidado desde os vinhedos até as instalações de elaboração.

Conduzidos à sala de degustação - pelo caminho pude observar detalhes da estória da familia -, fomos agraciados com alguns vinhos que ainda estão em fase de elaboração, sem rótulo ou mesmo 100% definido.

Experimentamos nada menos que DEZESSEIS vinhos! Cada um com uma expressão diferente, uns quase travavam na língua pelos taninos tão “duros” – eu definiria taninos com excesso de juventude que não deixa o vinho se expressar bem.

Experiência única: provar o Lote 43 2005 que tem data prevista de lançamento apenas em Agosto de 2009! Lote 43 reafirmou sua excelência!

Transitar pela cave é ver um mundo de vinhos, sentir aroma de madeira das barricas. Os vinhos especiais, que não são comercializados – caso de algumas garrafas do Lote 43 em garrafas especialíssimas, quase do meu tamanho, encomendadas para festas para lá de especiais - é vivenciar parte de um processo que o enófilo deveria conhecer, pois é uma sensação impar. Cada casa/produtora tem sua particularidade. Tem seus encantos.

A Miolo impressiona por suas instalações modernas, tecnologia presente em cada etapa e por conservar tanto sua história como a Osteria Mamma Miolo. História viva!

Segundo informaram, a Osteria funciona no local que foi a primeira casa da família.

Nosso almoço, um caso a parte – pequenas delicias típicas do local! Nada me impressionou mais que o delicioso “pien” – uma massa cozida com carnes suína, frango e outras, queijos fortes como parmegiano, pão e outros segredinhos – com Merlot Terroir 2005.

A viagem estava apenas começando....


Nenhum comentário: