8 de jul de 2008

Livro comemorativo aos 200 anos da chegada da Família Real

Publicação traça panorama das relações comercias entre a vinícola e o Brasil


Em comemoração aos 200 anos da chegada da Família Real ao Brasil, a Real Companhia Velha, representada no Brasil com exclusividade pela Importadora Barrinhas, lança, dia 10 de julho, às 18h, no Palácio São Clemente, no Rio de Janeiro, o livro O Brasil, o Douro e a Real Companhia Velha. A obra faz um apanhado das relações comerciais entre a empresa e o Brasil ao longo dos mais de 250 anos da vinícola, que fornecia exclusivamente os vinhos bebidos pela corte.

O lançamento terá a presença do autor, o português Fernando de Souza, que fará explanações sobre o livro, do presidente da Real Companhia Velha, Pedro Silva Reis, e do cônsul de Portugal, Antonio Almeida Lima. No coquetel de lançamento, serão servidos vinhos da vinícola e menu do Isidro Buffet. O livro será lançado também no Recife, no dia 16/07, às 18h, com jantar no Restaurante Leite; e em Salvador, no dia 17/07, às 20h, com coquetel na Associação Comercial da cidade;

Em O Brasil, o Douro e a Real Companhia Velha, o autor analisa o papel da vinícola na economia do Brasil no final do Antigo Regime, sabendo que o Atlântico, durante o século XVIII e as duas primeiras décadas do século XIX, constituiu o quadro do comércio externo português. O livro contribui para a reconstituição do movimento comercial atlântico, já que a Real Companhia Velha alimentou um importante comércio transatlântico, dominando as rotas institucionais de fornecimento sobretudo de vinhos de Portugal para o Brasil.

O livro começa com um capítulo dedicado à política econômica do Marquês de Pombal e segue com a apresentação da Real Companhia Velha. Durante o texto, são ressaltadas as dificuldades sentidas pelas primeiras esquadras enviadas ao Brasil devido à oposição de que foram alvo por parte dos ingleses e da burguesia de negócios do Porto. Também são abordados os negócios da vinícola com o Brasil no que diz respeito a produtos, preços, remessas e transportes. Para encerrar, o autor faz uma abordagem à Real Companhia Velha após a independência do Brasil.

Fundada em 1990, com matriz no Rio de Janeiro e escritório comercial em São Paulo, a Importadora Barrinhas tem representantes nos principais estados do Brasil e é líder na importação de vinhos portugueses da região DOC Douro para o Brasil. A importadora representa vinícolas italianas, francesas, espanholas e chilenas, além de produtores de alimentos como azeite de diversas origens, aceto balsâmico, tomates italianos, entre outros.

Nenhum comentário: